Ervas Relaxantes...



Aprenda a Relaxar Naturalmente

Aprenda a Relaxar Naturalmente

Aprenda a Relaxar Naturalmente

Existem Dias em que parece que tudo acontece conosco,
O chefe não pare de encher, As meninas do serviço parecem que estão de corpo mole e tudo dobra para você, o trânsito está insuportavél, a família adoece e a grana acaba, etc...
Isto tudo gera o famoso stress, o stress acontece porque o seu corpo entra em estado de alerta, aumentando os niveis do hormonio cortisol no sangue.
Este é o momento certo de você parar uns minutos e tentar relaxar, para isso existem algumas coisas Naturais que você mesma pode fazer para ajudar o seu corpo e a sua alma, dentre elas os chás relaxantes, calmantes, tranquilizantes, as ervas são muito usadas desde muitos séculos atrás.
Você pode usa-las como: Chás, banhos, máscaras...

1. Camomila
Indicações da camomila Em uso interno (infusão)
Problemas digestivos (úlceras - acidez, náuseas e vômitos, gastroenterite, cólicas em recém-nascidos,...) resfriados, distúrbios do sono (leve efeito sonífero), nervosismo (leve efeito calmante), cólicas menstruais, febre do feno, alergia.

Em uso externo (banho, óleo essencial, pomada, compressa)Eczema, pele seca, psoríase, lavagens e desinfecção da boca e de feridas, olhos vermelhos, determinadas conjuntivites, ferimentos (para favorecer a cicatrização), hemorróidas, cuidado dos cabelos e também para clarear os cabelos (ver remédio: decocção de camomila).


2.Erva Cidreira ou Melissa
Efeitos da melissaUso interno (gotas, comprimidos,...)Sedativo, calmante, espasmolítico, digestivo, sonífero.
Uso externo (pomadas) Virustático (contra o vírus do herpes).


3. Erva doce
Indicações da erva-doceEm uso interno (gotas, comprimidos,...)Distúrbios gastrointestinais: dispepsia, cólicas, tosse produtiva, aleitamento (com o funcho), nervosismo.Em uso externo (inalação em óleo essencial)Tosse produtiva

4. Hortelã
Efeitos do hortelãEspasmolítico (contra os espasmos) antiflatulento, colagogo (ajuda o fígado), aromático, digestivo.

Indicações do hortelã
Problemas digestivos, colite (espasmódico),

síndrome do intestino irritável, cãimbras digestivas, mau hálito, dores na região gastro-intestinal.

5. Capim-Limão
Indicações do capim-limão (em geral: eficácia comprovada por estudos clínicos):
Uso interno (gotas e comprimidos)

Nervosismo, estresse, distúrbios digestivos.

Uso externo (pomada e spray)
Lumbago, dores reumatismais, prevenção de picadas de mosquitos, graças ao leve efeito repelente do óleo essencial de capim-limão (este efeito é contestado, por isso é preferível utilizar outros produtos para a prevenir as picadas de insetos, principalmente em zonas de risco de malária.